GM anúncia investimento de 102 bi em fábrica de SP e a fábrica de São José dos Campos está neste pacote de investimentos

Nesta tarde de terça-feira (19), o anuncio foi feito no Pálacio dos Bandeirantes, na capital.

Por Carlos Santos, G1 Vale do Paraíba e região
19/03/2019 12h59  Atualizado há 20 horas

anuncio

A General Motors, dona da Chevrolet, anunciou nesta terça-feira (19) um pacote de investimentos de R$ 10 bilhões em São Paulo, que contempla a fábrica de São José dos Campos (SP). O investimento na unidade era esperado pelos trabalhadores depois da negociação de um acordo que congelou os salários e do incentivo fiscal oferecido pelo estado à montadoras.

O anúncio do aporte, feito pelo presidente da General Motors Mercosul, Carlos Zarlenga, também vem na esteira da ameaça recente da GM de deixar o país. A direção da multinacional alertou em comunicado no fim do ano passado que enfrentava um ‘momento crítico’ e que não pretendia ‘continuar empregando capital para perder dinheiro’.

O pacote, que inclui também a fábrica de São Caetano do Sul (SP), prevê o lançamento de novos produtos da marca no país entre 2020 e 2024. O investimento deve assegurar a manutenção dos postos de trabalho.

O parque industrial da GM em São José tem cerca de 5 mil empregados e produz, além da picape S10, também a Trailblazer. O último grande investimento na unidade ocorreu em 2008.

“A gente não está divulgando quanto será o investimento em cada uma [das fábricas], mas são valores muito significativos, relevantes em cada planta. Sobre os produtos, o consumidor vai gostar muito”, limitou Zarlenga em resposta aos jornalistas no evento.

Ele valorizou os esforços da empresa, sindicatos e governo para viabilizar a manutenção fábricas paulistas. “No ano passado tínhamos um problema bem sério, que eram nossas fábricas no estado de São Paulo. Procuramos soluções que viabilizassem nossas fábricas”, disse.

Contrapartida

O governador paulista, João Doria (PSDB), projeta que o investimento gere empregos, já que essa é uma das contrapartidas para que a montadora ganhe redução de até 25% no ICMS por meio do programa IncentivAuto.

“Serão 400 empregos diretos, 800 indiretos além da preservação dos empregos diretos”, disse. A empresa não confirmou esses números.

Fôlego

O investimento deve dar fôlego à fábrica de São José dos Campos, que principalmente a partir de 2012 vem enfrentando esvaziamento.

A unidade fabricava na época quatro modelos, incluindo populares como o Corsa, quando teve o setor de Montagem de Veículos Automotores (MVA) fechado e trabalhadores demitidos. Quase 600 funcionários foram demitidos no começo de 2013.

Para Renato Almeida, vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, o aporte atende a expectativa dos trabalhadores. “Foi um acordo muito difícil, mas que nos dá perspectivas. Oficialmente a empresa não nos informou [o valor específico a São José], mas nas reuniões anteriores sempre nos diziam que seria R$ 5 bilhões. Então acreditamos nesse montante”, disse.

Além de São José dos Campos e São Caetano do Sul, a multinacional também tem fábrica em Gravataí (RS).

GM emprega cerca de 5 mil trabalhadores no parque industrial de São José dos Campos — Foto: Reprodução/TV VanguardaGM emprega cerca de 5 mil trabalhadores no parque industrial de São José dos Campos — Foto: Reprodução/TV Vanguarda

GM emprega cerca de 5 mil trabalhadores no parque industrial de São José dos Campos — Foto: Reprodução/TV Vanguarda
Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © Encontre mais AKI - Seu Guia de Taubaté e Região